terça-feira, 26 de outubro de 2010


“(...) Seja imprudente porque, quando se anda em linha reta, não há histórias para contar.(...) Ligue sem motivo para o amigo, leia o livro sem procurar coerência, ame sem pedir contrato, esqueça de ser o que os outros esperam para ser os outros em você.
(...) Cometa bobagens. Ninguém lembra do que foi normal.Que as suas lembranças não sejam o que ficou por dizer. É preferível a coragem da mentira à covardia da verdade”.
.
(Fabrício Carpinejar)

Nenhum comentário: