domingo, 13 de fevereiro de 2011


Nessa época ouvi dizer que o primeiro

sintoma da velhice é quando a gente

começa a se parecer com o próprio pai.

Devo estar condenado à juventude eterna,

pensei então, porque meu perfil eqüino

não se parecerá jamais ao caribenho cru

que era meu pai, nem ao romano imperial

de minha mãe. A verdade é que as

primeiras mudanças são tão lentas que mal

se notam, e a gente continua se vendo por

dentro como sempre foi, mas de fora os

outros reparam.


"Memórias de minhas Putas Tristes"
Gabriel García Márquez

2 comentários:

Renata (impermeável a) disse...

marques e o piano...
nossa....................

♥ Luciana Mira ♥ disse...

"...sintoma da velhice é quando a gente começa a se parecer com o próprio pai". Já ouvi isso!